Receba novidades

Av. Brasília, 7000
Londrina-PR | 86030-280
facebook youtube

Indusfrio - Cozinhas Profissionais

Conheça a receita para aumentar a produtividade em seu restaurante

Assim como em qualquer empresa, os níveis de produtividade da equipe de um restaurante também têm um grande impacto em seu faturamento. Mas como garantir que os funcionários sejam mais comprometidos com as suas atividades? Que estratégias elaborar para que eles trabalhem rápido, produzindo mais num tempo cada vez menor? Para os especialistas, a resposta para estas questões é apenas uma: motivação.

Nos últimos anos, esse assunto vem sendo prioridade dos gestores, que adotam inúmeras técnicas visando motivar os seus colaboradores e obter vantagens a curto prazo. Motivá-los é quase sempre um grande desafio, que requer planejamento, atenção e dedicação do empresário. Pensando nisso, preparamos dicas para aumentar a produtividade no seu restaurante e manter um quadro de empregados fiéis. Confira.


A motivação alinhada às necessidades da equipe
No mundo corporativo, já é sabido que funcionários envolvidos com o negócio são mais ágeis, rendem muito mais e querem permanecer no emprego por um longo período. Mas para isso, eles precisam ser motivados de acordo com as suas necessidades. Para Andrea Huggard, diretora da ABRH (Associação Brasileira de Recursos Humanos), cada empregado se motiva por razões e de formas distintas, por isso precisa de estímulos distintos para elevar a sua produtividade.

“A principal conduta para motivar é estar próximo aos empregados para entender suas demandas. Muitas vezes, soluções bastante simples podem fazer a diferença”, afirma. A mestre em Administração e professora da FGV (Fundação Getúlio Vargas), Daniela do Lago, tem a mesma opinião, e diz que o primeiro passo para motivar a equipe é considerar a individualidade e as expectativas de todos os empregados.

“Motivação não é um estado de espírito e não pode ser confundida com animação. Motivação é motivo para ação. O colaborador tem que ter uma razão para estar ali e fazer seu trabalho da melhor maneira possível”, ressalta. Logo, gerentes, cozinheiros, garçons e atendentes tornam-se mais produtivos se o empresário investir em ações que os valorizem, além de recompensar a boa atuação de cada um deles.


Ambiente de trabalho e qualidade de vida
Entre os principais fatores que interferem na produtividade e que fazem com que um empregado lento trabalhe mais rápido, destacam-se a qualidade de vida, o ambiente de trabalho favorável, oferecimento de recompensas financeiras e outros benefícios pessoais. Segundo uma pesquisa realizada pela Right Management, uma consultoria especializada em gestão de carreira, que contou com a participação de cerca de 30 mil pessoas de 15 países, sendo 100 delas brasileiras, colaboradores motivados são 50% mais produtivos. Ou seja, quando existe a gratificação, o funcionário concentra sua energia e eleva a produtividade.


A redução dos níveis de rotatividade
Além dos elevados ganhos gerados pela produtividade, o investimento em estratégias de motivação reduz os índices de rotatividade – um problema que é enfrentado pela grande maioria dos restaurantes. Esse obstáculo prejudica bastante o andamento do negócio, já que a equipe precisa dedicar seus esforços no treinamento de novas pessoas. Além disso, há também os prejuízos decorrentes das despesas com encargos trabalhistas e redução da produtividade.

Até mesmo os restaurantes de pequeno porte devem investir em ações para manter um quadro de funcionários fiéis, pois as pessoas buscam trabalhar em locais que se sentem reconhecidas e acolhidas, e nessas condições, pequenas ações podem fazer a diferença para o bem-estar do trabalhador e do negócio.

E você, que medidas está adotando para elevar a produtividade da equipe em seu restaurante? Elas já geraram resultados? Conte-nos suas experiências ou deixe suas dúvidas nos comentários!



Receba novidades

Desenvolvido por Studio Diip